Blog Fuxico do Sertão - Notícias de Pastos Bons e Região

‘Para com isso’, pediu Bruna Lícia antes de marido PM atirar para matar

A jovem Bruna Lícia Pereira, assassinada pelo marido PM, Carlos Eduardo Pereira, junto com José Willian dos Santos, no quarto do casal, no sábado (saiba mais), chegou a pedir que o companheiro não atirasse.

“Realmente teve uma luta corporal, mas ele [policial] chegou e foi atacando. Tinha uma testemunha lá dentro que viu ele entrando, começando as agressões. Ouviu a menina [Bruna] gritando ‘para com isso’. Então se ela estava gritando ‘para’ é porque eles estavam sendo atacados e não o contrário”, disse a delegada Viviane Fontenelle, segundo o G1.

A “testemunha lá dentro” é o rapaz identificado como Lucas, segundo revelou o Blog do Gilberto Léda ainda no domingo (reveja). Ele era amigo das duas vítimas e chegou ao local acompanhando José Willian.

Antes do assassinato, ele chegou a registrar um momento de descontração entre os três na sala do apartamento onde moravam a esposa e o PM.

Vazamento

A Polícia Civil já informou que será aberto um inquérito policial em paralelo para apurar exclusivamente o vazamento das fotos das vítimas despidas e mortas na cena do crime. As imagens viralizaram nas redes sociais.

Será investigado, também, o vazamento e compartilhamento de várias fotos de Bruna Lícia nua.

As investigações ficará sob responsabilidade da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC).

Informações Blog Gilberto Lêda

Categoria: Maranhão, Policial