Blog Fuxico do Sertão - Notícias de Pastos Bons e Região

Professora e agente continuam reféns de presidiários fugitivos em mata fechada

Ao todo, 18 presos estão foragidos numa área de mata fechada nas proximidades do Setor Barra da Grota, porém, já identificados.

A atualização foi repassada pelo delegado regional de Polícia Civil, Bruno Boaventura, na manhã desta quarta-feira (3). O IML já recolheu nove corpos de detentos que morreram em confronto com a polícia. Pode haver mais mortos e feridos dentro da mata.

A situação ainda é extremamente tensa e de altíssimo risco. Os fugitivos estão armados com pelo menos quatro pistolas e uma arma longa, provavelmente calibre 12, e objetos cortantes.

A polícia não tem informações sobre as condições de saúde dos reféns e pediu que a população evite o compartilhamento de boatos.

Quaisquer informações sobre os fugitivos ou reféns podem ser repassadas diretamente às Polícias Militar e Civil via 190 e 197.

REBELIÃO

A rebelião começou depois que presos fizeram a professora de refém e tomaram as armas de agentes prisionais da unidade. Em seguida, eles exigiram a abertura dos portões e ganharam as ruas. A partir daí, houve disparos de armas de fogo e os detentos arrastaram os reféns para uma área de mata fechada.

Praticamente todo o efetivo policial de Araguaína foi mobilizado na operação juntamente com o helicóptero da segurança pública.

A Embrasil Serviços, empresa responsável pelos serviços de hotelaria, alimentação e manutenção predial, disse que seu funcionário Adssandro Alves Pereira foi atingido por arma de fogo, no pulso e no fêmur. Após ser liberado como refém, ele foi encaminhado ao Hospital Regional de Araguaína e passa bem, sem risco de morte. Dois agentes, que são irmãos, também ficaram feridos e já estão sob os cuidados médicos.

FONTE:Af Notícias

Categoria: Brasil, Policial