Blog Fuxico do Sertão - Notícias de Pastos Bons e Região

Covid-19: Brasil registra 1.154 mortes em 24 horas, diz Saúde

O Brasil registrou 1.154 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, segundo o Ministério da Saúde. Com isso, subiu para 95.819 o número de vítimas fatais da doença no país.

De ontem para hoje, segundo a pasta, foram 51.603 diagnósticos positivos, o que elevou para 2.801.921 o total de casos confirmados.

Na segunda (3), foram registrados 561 mortes e 16.641 novos casos.

Via Do Antagonista

Morre Milson Coutinho

Faleceu nesta terça-feira (4) o jornalista, historiador, ex-presidente da Academia Maranhense de Letras e do Tribunal de Justiça do Maranhão, Milson Coutinho.

A informação da morte foi dada pelo cineasta e escritor Joaquim Haickel, colega de Coutinho na Academia Maranhense de Letras (AML).

Milson de Souza Coutinho nasceu em Coelho Neto no dia 9 de março de 1939. Era advogado, jornalista, professor, ensaísta, historiador, procurador e magistrado (desembargador aposentado).

É membro da Academia Maranhense de Letras, tendo sido eleito em 10 de setembro de 1981 e empossado em 13 de maio de 1982, sucedendo Erasmo Dias e sendo recepcionado pelo escritor Jomar Moraes.

De John Cutrim

Vereadora de Bertolínia morre ao bater com a cabeça durante atividade física

A vereadora de Bertolínia, Arlete Pereira, de 40 anos, morreu na manhã dessa terça-feira (04/08) após sofrer um acidente enquanto fazia atividade física.

Ela ainda foi encaminhada rapidamente para o Hospital Regional Tibério Nunes, em Floriano, mas não resistiu. A vítima teria sofrido aneurisma cerebral ao bater com a cabeça.
Arlete foi eleita vereadora em 2016 pelo PSD, conquistando 190 votos no município. Ela atuava também como professora do Ensino Fundamental e era bastante querida na cidade.
Em nota, a Câmara Municipal de Bertolínia manifestou “o mais profundo pesar” pela morte da parlamentar.
“As pessoas são os sentimentos que carregam, sua generosidade, delicadeza, amizade, alegria… serão para sempre guardadas em nossos corações. A Câmara compartilha este momento de dor com a família e com a sociedade, que muitos anos, pode contar com os trabalhos da vereadora o Poder Legislativo bertoliniense”, diz trecho.
Francinaldo Publicidades

Explosão no Líbano: pelo menos 10 morreram; veja vídeos

O cenário de destruição causado por uma mega explosão no porto de Beirute, capital do Líbano, na tarde desta terça-feira (4) foi registrado por centenas de moradores e viraliza nas redes sociais.

As imagens do incidente, ainda com causas desconhecidas, também ficaram entre os assuntos mais comentados na internet. Há pelo menos dez pessoas mortas.

Segundo o canal Al Jazeera, a explosão pode ser ouvida a 17 quilômetros de distância do local. A Cruz Vermelha informou que centenas de pessoas estão feridas, algumas delas presas sob escombros de residências no raio da explosão.

Veja, abaixo, alguns dos vídeos do rastro de destruição da explosão:

ESTREITO e SÃO PEDRO DOS CRENTES – MP Eleitoral emite Recomendação para evitar propaganda eleitoral na execução de programas sociais

O Ministério Público Eleitoral emitiu uma Recomendação aos prefeitos e vereadores de Estreito e São Pedro dos Crentes para que não façam propaganda eleitoral na execução de programas sociais e de distribuição gratuita de bens, valores ou benefícios. Não deve ocorrer enaltecimento em favor de candidato, pré-candidato ou partido político, ainda que de forma subliminar, e essas ações não podem ser realizadas por entidades nominalmente vinculadas ou por eles mantidas.

A manifestação ministerial foi assinada pelo promotor eleitoral Domingos Eduardo da Silva, que atualmente responde pela 82ª Zona Eleitoral do Maranhão.

Informações como data, produto/serviço e local onde ocorrerá a execução dos programas sociais e distribuição gratuita de bens, valores e benefícios devem ser comunicadas à Promotoria de Justiça de Estreito com antecedência mínima de dois dias, salvo comprovada impossibilidade, quando deverá ser comunicado ao Ministério Público Eleitoral até um dia após a sua execução.

A inobservância das recomendações sujeita o infrator, agente público ou não, a pena pecuniária de R$ 5.320,50 a R$ 106.410,00 e cassação de registro ou de diploma do candidato beneficiado, além de inelegibilidade por abuso de poder ou por prática de conduta vedada.

Redação: CCOM-MPMA

MAIS TEMPO PARA PREFEITOS REGULARIZAREM A SITUAÇÃO PREVIDENCIÁRIA DE SEUS MUNICÍPIOS.

O Projeto de Lei Complementar (PLP) 198/20 adia para 31 de dezembro de 2021 o prazo para os estados e municípios que mantêm regimes de previdência para seus servidores para se adaptarem à recente reforma da Previdência (Emenda Constitucional 103). A proposta tramita na Câmara dos Deputados.

Com o projeto, os entes ganham mais tempo para adequar as alíquotas dos seus regimes, que não poderão ser diferentes das alíquotas dos servidores públicos federais, e para não pagar mais benefícios temporários com recursos previdenciários. Pela reforma, benefícios como o auxílio-doença e o salário-maternidade terão que vir diretamente do Tesouro estadual ou municipal.

O prazo para adaptação dos estados e municípios à reforma é estabelecido por Portaria do governo. Inicialmente, ele acabaria na quinta-feira (31), mas uma Portaria publicada no dia anterior adiou para 30 de setembro.

Para o deputado Lucas Vergilio (Solidariedade-GO), a pandemia de coronavírus torna impossível o cumprimento destes prazos. Ele lembra que as mudanças impostas pela Reforma Previdenciária têm que ser aprovadas pelos legislativos locais, que não estão funcionando direito devido as medidas de distanciamento social.

Vergilio afirma ainda que a Lei Complementar 173/20, recentemente sancionada, proibiu os municípios de aumentarem despesas com benefícios temporários até o final de 2021. A lei criou plano de socorro financeiro aos estados e municípios por causa da pandemia.

Homem é preso com plantação de maconha em Mirador e mesmo detido disse que estava com vontade de consumir a plantinha

🍁 MIRADOR-MA

A operação aconteceu hoje cedo, dia 04 de agosto, era por volta das 06h00 da manhã quando os Policiais Militares do 3° pelotão de Sucupira do Norte e do 4° pelotão de Mirador, chegaram ao povoado Jussaral zona rural de Mirador para fazerem à apreensão da maconha que estava sendo cultivada em canteiros próximo a alguns pés de tomates, um homem com idade de aproximadamente 28 anos, com as iniciais do nome I.O.A, foi preso na operação.

O rapaz que foi detido falou ao nosso canal de notícias que desde os seus 13 anos de idade faz uso da droga e que planta apenas para o seu consumo, surpreso com a sua prisão disse que agora está pretendendo largar a droga, mas ao ver os pés de maconha em sua frente mesmo já preso, disse que não resistia ver a plantinha e que a vontade de fumar um cigarro da erva naquela hora era muito grande.

O rapaz foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Polícia Civil de Mirador, a qualquer momento poderá ser transferido para alguma unidade prisional aqui da região.

Fez parte da operação:

SGT HERCULANO
SD HILDEBRANDO
CB VASCOCELOS
SD MARCIO
GM ZÉ FEITOSA

A guarnição de Mirador também fez parte da operação.

✍🏻 Com informações: Notícias com Maritonio Dantas.

Pré candidato a prefeito de Loreto, atual vice prefeito Alessandro Costa, esteve em São Luís com o deputado Pedro Lucas Fernandes articulando para as eleições de 2020

O pré candidato a prefeito de Loreto, que atualmente é vice prefeito do município, esteve em São Luís, na sede do PTB, onde teve uma conversa bastante produtiva com o deputado federal Pedro Lucas Fernandes, e recebeu total apoio e garantia em sua caminhada como pré candidato a prefeito.

O pré candidato vem trabalhando e levando benefícios para a população de Loreto-MA, principalmente na área da agricultura familiar, que é sua bandeira, e conquistando o eleitorado de Loreto, firmando seu nome como o principal pré candidato a prefeito juntamente com seu grupo, buscando uma vitória nas eleições de 15 de novembro.

BOLSONARO VETA INDENIZAÇÃO A PROFISSIONAIS DA SAÚDE INCAPACITADOS PELA COVID


A Secretaria-Geral da Presidência da República informou ontem (3) que foi vetado integralmente o Projeto de Lei 1.826/2020, que obrigava o governo federal a pagar indenização a profissionais de saúde que ficassem permanentemente incapacitados para o trabalho devido à pandemia da Covid-19. Segundo o órgão, apesar do “mérito da propositura e da boa intenção do Congresso”, a norma foi vetada por razões jurídicas.
Segundo a secretaria, o projeto criava medidas proibidas por lei, como aprovação de despesa continuada durante a pandemia, falta de apresentação do impacto financeiro do benefício, além de ser inconstitucional pelo fato de o Congresso criar benefícios para outros agentes federais.
“Cabe destacar que o veto presidencial não representa um ato de confronto do Poder Executivo ao Poder Legislativo. Caso o presidente da República considere um projeto, no todo ou em parte, inconstitucional, deverá aplicar o veto jurídico para evitar uma possível acusação de crime de responsabilidade. Por outro lado, caso o presidente da República considere a proposta, ou parte dela, contrária ao interesse público, poderá aplicar o veto político. Entretanto, a decisão final sobre esses vetos cabe ao Parlamento”, informou a secretaria.
(Via: Agência Brasil)

Daniella Tema retoma trabalhos da Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio

A deputada Daniella Tema (DEM) retomou os trabalhos da Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio na tarde desta quarta-feira (29), com a realização da segunda reunião remota. O encontro contou com a participação de representantes de segmentos ligados ao trabalho de combate à violência contra a mulher e ao feminicídio. Em pauta, a conscientização de homens e mulheres como mecanismo eficaz de prevenção.

O debate foi aberto pela deputada Valéria Macedo (PDT) que, entre outras coisas, lamentou o aumento de casos de violência contra a mulher durante a pandemia. Ela afirmou que as ações avançaram no governo Flávio Dino (PCdoB), mas que ainda é preciso fazer mais.

Macedo parabenizou Daniella Tema pela continuidade desse trabalho na Assembleia. “É devido ao esforço conjunto e de todo o amparo legal conquistado que, atualmente, as mulheres estão mais corajosas para denunciar os agressores”, frisou.

Sugestões

Assessor jurídico de Daniella Tema, Kenas Cristian apresentou algumas sugestões, como as ações de conscientização (uma vez que tudo começa pela violência psicológica); criação de canais para denúncias e um projeto de incetivo ao empoderamento feminino.

A advogada Vivian Bouer, presidente da OAB Mulher, ressaltou a importância das ações de conscientização direcionadas também aos homens, que são os agentes agressores. Ela disse que a instituição que representa desenvolve um trabalho preventivo com o envolvimento de advogados.

Silvia Leite, coordenadora do Setor de Atividades Especiais Espaço Mulher (SAEEN) do Hospital Socorrão II, por sua vez, popôs incluir empresas de transporte coletivo no programa de prevenção e conscientização de homens, uma vez que há motoristas envolvidos em casos dessa natureza. Ela também defendeu um cronograma de atividades para o programa de  prevenção.

A secretária de Estado da Mulher, Nayara Monteiro, sugeriu a inclusão das mulheres evangélicas. Segundo ela, é preciso uma abordagem diferente nesse grupo específico, uma vez que elas encontram dificuldades em contar com o apoio de outras pessoas, inclusive da própria família. A secretária também parabenizou a Assembleia Legislativa pela aprovação, em primeiro turno, da PEC que torna permanente o Fundo de Combate à Volência contra a Mulher.

Avaliação

Para Daniella Tema, a reunião foi bastante proveitosa. Ela informou que todas as sugestões elencadas durante o debate foram de suma importância e que todas serão apreciadas e implementadas dentro do possível.  “A próxima reunião está prevista para o dia 4 de agosto”, informou Tema, agradecendo o empenho e a participação de todos os que participaram das discussões.

Instalação

A Frente Parlamentar de Combate e Erradicação do Feminicídio foi instalada pela Assembleia Legislativa do Maranhão no dia 9 de março deste ano, durante sessão solene presidida por deputada Daniella Tema, autora da proposição.

Via Blog Maramais